Advertisement

8 de janeiro de 2015

Material escolar está pesando mais no bolso dos pais

Passadas as festas de fim de ano, papais e mamães já estão correndo com a lista de material escolhar dos pimpolhos. Afinal de contas, falta menos de um mês para o ano letivo começar. Quem foi às compras deve ter percebido que os produtos estão com preços mais altos que os praticados em 2014. E estão mesmo. A própria Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (ABFIAE) estima um reajuste médio de 8% na comparação com ano passado. O presidente da ABFIAE, Rubens Passos, divulgou nota dizendo que a mudança nos preços se deve basicamente a três fatores. O primeiro é a elevação dos custos das matérias primas dos materiais escolares ao longo de 2014. O segundo fator são os reajustes salariais superiores aos índices de inflação em diversas categorias profissionais ligadas ao setor.O terceiro fator é a elevação do valor do dólar. A moeda norte-americana influencia o preço de diversas matérias primas. A associação também aponta a tributação excessiva como vilã dos preços. Segundo um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), os produtos podem ser taxados em até 47%, como no caso das canetas. Itens como apontador e a borracha escolar têm alíquota de 43%. Para o caderno universitário e o lápis, o imposto é de 35%.

Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário