Advertisement

17 de janeiro de 2015

SECA LEVA ABASTECIMENTO AO COLAPSO EM PERNAMBUCO "TORITAMA"

A pior seca dos últimos 50 anos a assolar o Nordeste está deixado diversas cidades pernambucanas próximas do colapso no abastecimento de água. Segundo dados da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), pelo menos nove municípios estão com os reservatórios completamente secos ou com níveis extremamente preocupantes. Diversas cidades do Sertão e do Agreste do Estado, que enfrenta o quarto ano de seca consecutivo, estão sendo abastecidas por carros-pipas. Segundo a Apac, a barragem de Jucazinho, maior reservatório do Agreste pernambucano, e que atende aos municípios de Caruaru, Riacho das Almas, Cumaru, Bezerros, Gravará, Passira, Surubim, Casinhas, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho, Vertentes, Toritama e Salgadinho, corre o risco de entrar em colapso no segundo semestre caso a situação hídrica não melhore nos próximos meses.
Naquela região, as cidades de Alagoinha, Poção e Jataúba já enfrentam colapso nos seus sistemas de abastecimento. Jucazinho registra atualmente apenas 14% da sua capacidade. No Sertão, os reservatórios de Caiçara, Parnamirim e Abóboras, que abastecem o município de Parnamirim, também estão abaixo do nível considerado aceitável.

Na Região Metropolitana do Recife (RMR) a situação é melhor que nas demais regiões do Estado, mas ainda assim a situação é de alerta. Enquanto o Sistema Pirapama, o maior a atender a RMR, registra 94% de sua capacidade, o Sistema Botafogo está operando com apenas 20% do volume total.
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário