Advertisement

20 de março de 2015

Conta de água mais cara a partir desta sexta

Abrir a torneira vai ficar mais caro a partir desta sexta-feira (20). A conta de água terá um reajuste de 8,35%, segundo anunciou a Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe) Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe). Na prática, a tarifa normal sobe de R$ 30 para R$ 32,51 por mês (10 mil litros de água). Já a tarifa social aumentará de R$ 6,42 para R$ 6,96 por mês (10 mil litros de água). “O aumento no custo da energia, a repetição de mais um ano de seca, o grande aumento no custo de carro-pipa têm aumentado sobremaneira os custos da Compesa”, justificou a empresa. De acordo com a Compesa, a decisão da agência reguladora ocorreu em decorrência do Decreto 40.256/2014. “A reposição de inflação ora aprovada pela Arpe chega em um momento de muita dificuldade no setor de saneamento”, acrescenta a Compesa. Segundo o diretor de gestão corporativa da companhia, Décio Padilha, atualmente a energia elétrico é um dos insumos mais importantes e um dos maiores pesos no orçamento da Compesa. 

“Se não fosse o aumento da energia, esse reajuste seria de 6,68%. A empresa pagava até então R$ 12 milhões por mês só de energia elétrica. A partir de abril, esse custo mensal é de R$ 15 milhões. Em 2014, pagamos R$ 119 milhões em conta de energia. Este ano, pagaremos 160 milhões, um reajuste de 38%. Ainda tivemos as termelétricas que entraram em funcionamento”, justifica Padilha. Em 2013, o reajuste da tarifa foi de 5,19%, enquanto o ano passado o aumento foi de 8,75%.

Caso a energia elétrica sofra um novo reajuste em abril, como está previsto, Décio diz que não sabe se impactará na tarifa da conta de água. “Este reajuste só cobre a inflação e o aumento da energia. Não é uma revisão tarifária. Portanto, não cobre outros custos como o da seca e os investimentos que estão sendo realizados”, completa. 
Do Diário de Pernambucano 
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário