13 de abril de 2015

postheadericon Mobilizações contra a corrupção e o governo reúnem grupos em Caruaru

Duas manifestações foram realizadas neste domingo (12) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A primeira, durante a manhã, teve a participação de integrantes da Maçonaria. Alguns vieram de Gravatá e Toritama, na mesma região. A organização estima que mais de 100 pessoas tenham participado da mobilização, que durou aproximadamente 90 minutos. A Polícia Militar contabilizou 70 pessoas.
O ato pediu o fim da corrupção e também teve o objetivo de mostrar que a Maçonaria apoia os protestos que estão acontecendo no país. “A nossa pauta de reivindicações é simplesmente a junção com os brasileiros, fazendo um protesto contra essa situação que o Brasil atravessa atualmente: corrupção, impunidade, desmandos, insegurança, educação zero, saúde zero. As sociedades organizadas têm que vir a público fazer uma voz única", destacou o militar da reserva Abel Vieira.
Durante a tarde, o protesto "Fora Dilma, #ForaPT! - Vem pra Rua Caruaru!" concentrou pessoas na Avenida Rio Branco, no Centro da cidade. Por volta das 15h35, os participantes caminharam em direção à Avenida Agamenon gritando palavras de ordem como "Fora PT" e "Muda Brasil". 
A segunda mobilização foi organizada pelo Movimento Brasil Livre - Pernambuco. De acordo com os organizadores, 30 pessoas participaram do ato, que durou aproximadamente 40 minutos. A Polícia Militar não acompanhou o protesto fisicamente, mas monitorou o percurso por câmeras de segurança e confirmou 30 pessoas.

O consultor empresarial e professor universitário Wagner Andrade, 49 anos, líder do movimento "Vem Pra Rua", em Caruaru, disse que manifestou a revolta contra a corrupção. "Estamos saturados de tantas promessas não cumpridas e mentiras. Acho que o impeachment e a volta do governo militar não são prioridades".
Para o bibliotecário Márcio França, 32 anos, o Brasil precisa de mudança.“Desde 2006, eu digo 'não' ao PT. Não é porque há um monopólio de votos em nossa região que vou ocultar o meu descontentamento".
Já o mototaxista Eronildo Barros, de 42 anos, viu o protesto e decidiu participar. “A sociedade tem que acordar, ir à rua, esse protesto é tudo de bom; é pelo nosso direito que estamos lutando. Como é que vamos ter um Brasil de primeiro mundo com toda essa corrupção?”.
A bancária Ruth Riff Novaes, 50 anos, ressalta que participar das mobilizações é um ato de cidadania. “Protesto contra a falta de respeito com o povo. A quantidade de participantes não nos incomoda, o importante é que cada um aqui está cumprindo o seu papel como cidadão".

Integrantes da Maçonaria apoiaram as mobilizações do país (Foto: André Hilton/TV Asa Branca)

Do G1

0 comentários:

VER MAVA

VER MAVA

Berg Etiquetas

Berg Etiquetas

NG Tecidos

NG Tecidos

GPS - Administradora

GPS - Administradora

Cheiro e Chame Acessórios

Cheiro e Chame Acessórios

Ricardo

Ricardo


DISQUE 3719 4545

DISQUE 3719 4545
Para qualquer Informação

C & E F: 9319 6440

C & E F: 9319 6440
Fone 9716:8881

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Promoção Grátis

Insira seu Email Gratuitamente

Receba Nossas Novidades Via Email

Colaborador

Colaborador

Romero Leal

Romero Leal

Ligue 3741 1602

Ligue 3741 1602

Vereadora Rossana

Vereadora Rossana

Radio Toritama FM 104.9

Colaborador

Colaborador

Postagens populares

Seguidores

Atualizados