11 de abril de 2015

postheadericon Professores da rede estadual decretam greve por tempo indeterminado

A falta de negociação do governo com a categoria, o desrespeito à Lei do Piso, o nivelamento das faixas salariais, a dissolução do Plano de Cargos e Carreira levaram os professores da rede estadual a decretarem nesta sexta-feira (10), greve por tempo indeterminado. A partir da próxima segunda-feira (13), as escolas públicas não funcionarão. A medida é fruto da falta de diálogo dos representantes do governo com a categoria e da aprovação do Projeto de Lei 79/2015, aprovado no último dia 31 de março, na Assembleia Legislativa. O projeto assegura 13,01% de reajuste ao profissional de nível médio (antigo Magistério) e 0,89% ao professor com nível superior e menos de dez anos de serviço na rede. A medida deixou de fora de qualquer aumento 45.750 professores. Para o presidente do SINTEPE, Fernando Melo a greve foi aprovada depois de várias atividades realizadas para chamar atenção do governo e exigir dele cumprimento da lei federal do Piso e da lei estadual. "A insatisfação dos professores é grande pois o governo descumpre a legislação. A categoria avaliou que não havia mais saída para cobrar do governo respeito à lei", sublinhou Melo.

Participaram da atividade 2 mil professores e entre eles estavam: Évia Lima, da Escola João Bezerra que assegura ser esse momento oportuno para greve. “É necessário que a gente exponha a indignação porque há um desrespeito total em relação ao reajuste salarial. A luta é toda a sociedade e não de uma parte dela”.

Marciano André, professor da Escola de Referência José Vilela disse que é importante o movimento porque o formato que o governo quer conduzir o processo é equivocado. Depois que a assembleia terminou os professores protestaram em frente ao Clube Português, interrompendo o trânsito na Avenida Agamenon Magalhães para mostrar a sociedade que a culpa deles estarem ocupando aquele espaço é do governador Paulo Câmara. A rede estadual de ensino conta com 49.816 professores e cerca de 650 mil alunos que ficarão sem aula a partir de segunda-feira (13).

Para a próxima semana, a categoria aprovou o calendário de atividades abaixo.

13/04 - Primeiro dia de Greve, contatos com a comunidade escolar;

Audiência com o Ministério Público, às 14h.

14/04 - Debate sobre o Projeto de Lei 4330, às 14h, no auditório do SINTEPE;

15/04 - Passeata com as Centrais Sindicais (Greve Nacional contra o PL 4330) Os trabalhadores participarão da atividade com o mote: Prometeu, cumpra!

16/04 - Comunicação com a sociedade através de carros de som nas comunidades;

17/04 - Assembleia Geral da categoria, às 9h, local a definir.


Fotos: Agência JC Mazella

0 comentários:

VER MAVA

VER MAVA

Berg Etiquetas

Berg Etiquetas

NG Tecidos

NG Tecidos

GPS - Administradora

GPS - Administradora

Cheiro e Chame Acessórios

Cheiro e Chame Acessórios

Ricardo

Ricardo


DISQUE 3719 4545

DISQUE 3719 4545
Para qualquer Informação

C & E F: 9319 6440

C & E F: 9319 6440
Fone 9716:8881

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Promoção Grátis

Insira seu Email Gratuitamente

Receba Nossas Novidades Via Email

Colaborador

Colaborador

Romero Leal

Romero Leal

Ligue 3741 1602

Ligue 3741 1602

Vereadora Rossana

Vereadora Rossana

Radio Toritama FM 104.9

Colaborador

Colaborador

Postagens populares

Seguidores

Atualizados