Advertisement

5 de maio de 2015

Em assembleia, categoria votou pela suspensão da greve

Professores em assembleia na tarde desta segunda-feira (4) suspenderam a greve na rede estadual de ensino que já durava 24 dias. Na última reunião com os representantes do SINTEPE, realizada no dia 1 de maio, o governo entregou um ofício em que se compromete a tornar sem efeito as punições com a greve. No ofício que você pode ver abaixo, há um comprometimento em devolver o dinheiro descontado, em recolocar nas unidades de ensino os 15 professores de escolas de referência que foram transferidos, os contratos temporários que tiveram ameaça de demissão serão reintegrados. Além da multa diária imposta ao sindicato que o governo vai mediar junto ao Tribunal de Justiça, para suspender também. Ações que estão contidas na Portaria de número 28, que perderão efeito.

Em relação as questões financeiras, o governo se comprometeu a apresentar uma proposta no dia 15 de maio estando essa proposta por dentro do Plano de Cargos e Carreira (PCC), com impacto no primeiro semestre de 2015. "Esse ponto, o governo dizia que só ia negociar no segundo semestre. Nós temos uma assembleia no dia 21 para avaliar todo esse conjunto de proposta. Caso não seja cumprido, a greve que está sendo suspensa hoje, será retomada a partir do dia 21", sublinhou o presidente do SINTEPE, Fernando Melo.

Fotos: Agência JC Mazella
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário