Advertisement

27 de junho de 2015

A avaliação do Senador Humberto Costa, sobre a realização dessa Audiência Pública, sobre a BR 104.

Segundo o Senador, esta audiência foi muito positiva, ainda segundo ele, todos saem sabendo na realidade o que está ocorrendo. E ficou claro que esta obra foi delegada ao governo do estado, através de um consórcio, sabemos também que houveram problemas com as construtoras que ganharam a licitação, particularmente a Delta, que está com pendências judicial, ou seja a recuperação judicial. E isso obrigou o Governo do Estado a desfazer o contrato. E ainda segundo o Senador Humberto, depois da adaptação do projeto, o Governo Federal vai agir de forma rápida para colher informações junto ao Governo do Estado, para saber se o mesmo está em condições de recomeçar as obras. Se assim estiver, o Governo deverá fazer as limitações o mais rápido possível, e assim dar inicio as obras, pois os recursos uma parte está com o Governo do Estado e a outra com o Governo Federal.
E se o Governo do Estado, considerá que não há condições de fazer, o próprio Dnit, se encarregará em fazer de forma urgente. E até será formada uma comissão de caráter urgentissimo, composta por representantes de pessoas dessa região, como também do Dnit e a Secretária de Estado de Transportes, pra resolver está questão e assim de uma vez por todas a obra poder andar.
Ainda segundo Humberto Costa, o que mais lhe chamou atenção foi o engajamento de todos no entorno que essa obra tem. Sem falar na importância desse tipo de reunião que põe frente a frente as e os representantes dos governos, para discutirem as ações, como também nos mostrarem de forma direta à importância que essas obras tem.
Quanto a prazos, o Senador Humberto Costa, pediu cautela quanto à prazos para o reinício das obras, mas disse que ainda está semana, haverá um contato com o Governo do Estado, para uma reunião envolvendo, tanto o próprio Governo, o Dnit, representantes da região, o próprio Senador e demais partes interessadas, para acharem uma decisão definitiva.
Humberto também se mostrou preocupado com a questão do tempo. Terá que ter o mais rápido possível essa reunião, onde o Governo do Estado, deverá informar se tem condições, ou não de reiniciar a obra ou se repassa para a esfera federal e de imediato o Governo Federal, através do Dnit, abrir o processo de licitação, mas deixou claro que enquanto, se resolve os problemas com as licitações, haverá uma operação tapa buracos.
Mas ainda segundo o Senador, tudo vai acontecer de forma mais rápida, pois já existe o projeto da obra, que é o mais demorado, e ele espera que o Governo do Estado, seda o mesmo para a conclusão da mesma.
O bom foi que saímos daqui com uma visão ampla e concreta da real situação dessa rodovia e que com a participação e o engajamento de todos, as obras serão reiniciadas e que o Dnit deixou claro que enquanto se fazem o processo de licitações, haverá uma operação tapa buracos, para diminuir os transtornos e os prejuízos à população.
E independentemente de qualquer decisão do governo estadual, o Dnit assumiu o compromisso de fazer a obra.
Do Wendell Galdino 
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário