Advertisement

20 de junho de 2015

Disque-Denúncia Agreste divulga balanço até o mês de junho

O Disque-Denúncia Agreste registrou um aumento de 10% no número de denúncias nos seis primeiros meses do ano. De acordo com balanço do órgão, até junho de 2014, 4,7 mil ligações foram recebidas, e no mesmo período de 2015, aproximadamente 5,2 mil. O coordenador do Disque-Denúncia Agreste, Alexandre César, destaca que o líder no ranking de informações é o de poluição sonora, onde existe mais de 1.300 informações. Esses crimes apesar de ter um potencial pouco ofensivo, podem causar conflitos mais graves. “Esses conflitos podem gerar homicídios, que aí chamamos de crimes de proximidade. Nós temos vários exemplos de vizinhos que entram em conflitos, por causa de som alto, e esses conflitos acabaram em agressões ou homicídios”, explica.

Até esta quinta-feira (18) 100 pessoas foram assassinadas em 2015, 15 somente no mês de junho. Alexandre César explica que esse tipo de crime é relacionado principalmente devido ao tráfico e consumo de drogas. De acordo com o coordenador neste ano, o disque-denúncia já obteve cerca de 800 informações a cerca da prática de tráfico de entorpecentes.

Para ajudar o Disque-Denúncia, o telefone para contato é: (81) 3719-4545.  
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário