Advertisement

8 de junho de 2015

Trinta municípios de Pernambuco podem ter recursos federais bloqueados

Trinta municípios de Pernambuco correm o risco de não receber verbas federais, por descumprirem o prazo de envio à União das informações sobre gastos com a educação. Entre as cidades, Caruaru por exemplo, encontra-se nesta lista, de acordo com reportagem do jornal Diário de Pernambuco. A Capital do Agreste descumpriu a ordem e não enviou o relatório no ano de 2014, durante a administração do atual prefeito José Queiroz. De acordo com a prefeitura, a inclusão dos dados é de responsabilidade da consultoria contábil contratada pelo Executivo. A prefeitura ainda informou que irá verificar o que está acontecendo e tomar as devidas providências.

A inclusão dos dados do ano de 2014 deveria ter sido feita no Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) até o dia 31 de maio. Os relatórios são importantes para verificar se as gestões têm cumprido o investimento mínimo com educação determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os municípios que correm o risco de ter os recursos federais bloqueados são:

Brejão (Que desde 2011 não entrega os relatórios),
Camaragibe (2014)
Camocim de São Félix (2014)
Frei Miguelinho (2014)
Gameleira (2013 e 2014)
Gravatá (2014)
Ibirajuba (2014)
Inajá (2014)
Itacuruba (2014)
Itaíba (2014)
Itamaracá (2014)
Itaquitinga (2014)
Lagoa de Itaenga (2014)
Nazaré da Mata (2014)
Olinda (2014)
Palmares (2014)
Passira (2014)
Paudalho (2014)
Poção (2014)
Rio Formoso (2014)
Sairé (2014)
Salgadinho (2014)
Santa Maria do Cabugá (2014)
São João (2014)
Tabira (2014)
Tamandaré (2014)
Taquaritinga do Norte (2014)
Terezinha (2014)
Toritama (2014)
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário