Advertisement

1 de junho de 2015

Vídeo mostra tortura de menino de 14 anos pelo Estado Islâmico

Um vídeo obtido pela rede BBC mostra militantes do Estado Islâmico (EI) supostamente torturando um sírio de 14 anos. Nas imagens, gravadas por um desertor do grupo extremista, o rapaz é visto sendo espancado enquanto é pendurado pelos punhos. (Clique e veja a gravação. Atenção, as imagens são fortes).A ONU acusou o EI e outros grupos armados na Síria e no Iraque de torturar e matar crianças. Menores também foram recrutados, treinados e usado no campo de batalha.
Outro adolescente relatou à BBC ter combatido pelo grupo Frente al-Nusra, ligado à al-Qaeda, com apenas 15 anos. Quando se uniu ao Estado Islâmico, ele viu jovens de 13 anos sendo doutrinados.
O vídeo exibe Ahmed com os olhos vendados, e dois homens mascarados, vestidos de preto dos pés à cabeça, andando na frente dele. Enquanto um carrega uma faca e uma pistola, o outro segura um fuzil AK-47."Eu pensei que ia morrer e deixar meus pais, meus irmãos, meus amigos, meus parentes tudo para trás", relatou o jovem à BBC, da vizinha Turquia. "Eles começaram me atacando, me eletrocutando a fim de que confessasse. Eu lhes disse tudo".
Na cidade síria de Raqqa, controlada pelo EI, Ahmed vendia pão para ganhar a vida e foi capturado pelos extremistas. Após ser condenado à morte, seu executor sentiu pena do garoto, permitindo que ele escapasse.
"Eles fingem que são religiosos, mas são infiéis. Eles costumam fumar. Eles fingem cumprir as regras de muçulmanos, mas eles não são. Eles batem e matam as pessoas", disse.
O desertor que vazou o vídeo se mostrou arrependido. "Estou arrependido de cada momento. Quando eu entrei para o EI, eu não estava convencido mas tive de fazê-lo", afirmou à BBC. "Espero que as pessoas que eu machuquei me perdoem".
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário