13 de julho de 2015

postheadericon ABUSO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

A criançada está entrando de férias escolares, enquanto seus pais não gozam deste privilégio. Então, surge uma interrogação, como conciliar os filhos com o trabalho.Nesta época, o número de casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes aumentam, pois diante da necessidade em resolver este impasse os responsáveis improvisam, entregando os filhos a profissionais desqualificados, vizinhos, parentes e até na casa de coleguinhas da escola.Então, os pedófilos entram em ação e cometem as mais perversas formas de abusos sexuais. Motivo pelo qual os pais devem redobrar a atenção durante o recesso escolar.

Os crimes desta natureza são praticados na clandestinidade e seus autores geralmente são pessoas que estão acima de qualquer suspeita, dificultando a prevenção e a apuração dos casos. 

É importante estar atento a qualquer mudança comportamental da criança, pois a tendência é a vítima guardar segredo por ameaça, chantagem ou promessa de recompensa. Outras vezes a vítima se cala por sentimento de culpa e vergonha.

A Violência sexual contra menores de 18 anos ocorre na proporção de um em cada 10 meninos e de uma para 4 meninas, no mundo, ou seja, é uma realidade mais comum do que se parece.

Qualquer ato libidinoso com menores de 14 anos é crime, mesmo quando há consentimento da vítima, é o que se denomina estupro de vulnerável. Os abusos contra as crianças não se resumem a contatos físicos (carícias, relação sexual, beijos, sexo oral, etc.), mas também o exibicionismo, voyeurismo, falas sexualizadas, diálogos com contexto sexual nas redes sociais, etc.. 

Algumas medidas podem proteger os filhos e evitar os crimes sexuais, tais como: acompanhar a rotina do filho, controlar o uso de computador, tablets, celular e não permitir que durmam fora de casa ou que fiquem sozinhos com terceiros, conhecidos ou não; orientar os filhos, desde pequenos a não permitirem que toquem em partes íntimas de seus corpos; ensinar a contar aos pais tudo que acontece em suas vidas quando estão ausentes; ouvir os filhos e acreditar neles, por mais inesperado ou mesmo absurdo que seja o relato.

Qualquer suspeita de Abuso Sexual contra criança e adolescente entre em contato com os órgãos competentes. Delegacia de Polícia de Crimes Contra a Criança e Adolescente (81) 3184-3574; Ministério Público de Pernambuco 08002819455;
Disque Denúncia do Agreste (81) 3719-4545.

DELEGADO LUIZ BERNARDO Colunista do Jornal do Agreste

0 comentários:

VER MAVA

VER MAVA

Berg Etiquetas

Berg Etiquetas

NG Tecidos

NG Tecidos

GPS - Administradora

GPS - Administradora

Cheiro e Chame Acessórios

Cheiro e Chame Acessórios

Ricardo

Ricardo


DISQUE 3719 4545

DISQUE 3719 4545
Para qualquer Informação

C & E F: 9319 6440

C & E F: 9319 6440
Fone 9716:8881

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Promoção Grátis

Insira seu Email Gratuitamente

Receba Nossas Novidades Via Email

Colaborador

Colaborador

Romero Leal

Romero Leal

Ligue 3741 1602

Ligue 3741 1602

Vereadora Rossana

Vereadora Rossana

Radio Toritama FM 104.9

Colaborador

Colaborador

Postagens populares

Seguidores

Atualizados