Advertisement

15 de julho de 2015

Polícia Federal cumpre oito mandados em Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho e Eduardo da Fonte estão na lista

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) cumprem, nesta terça-feira (14), 53 mandados de busca e apreensão, na Operação Politeia. Os mandados são referentes a seis processos instaurados no Supremo Tribunal Federal (STF) a partir de provas obtidas na Operação Lava Jato e estão sendo cumpridos em seis unidades da Federação: Bahia, Pernambuco, Alagoas, Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal.Em Pernambuco, estão sendo cumpridos oito mandados de busca e apreensão. Um deles é na residência do senador Fernando Bezerra Coelho, eleito no ano passado pelo PSB para ocupar a vaga nos próximos oito anos. A residência do socialista é em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. A casa do deputado federal Eduardo da Fonte (PP), líder do PP na Câmara, também em Boa Viagem, está na lista. O nome dos outros seis investigados não foram divulgados, sequer ventilados, pela Polícia Federal. Os envolvidos podem não ser, obrigatoriamente, figuras do mundo político.A Polícia Federal do Estado confirmou a investigação, mas não detalhou as buscas. Policiais federais chegaram no início da manhã na residência de Fernando Bezerra Coelho, mas os objetos apreendidos não foram especificados. Segundo a PF-PE, a unidade de Brasília está concentrando todas as informações.

Também são alvos da investigação o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) e o presidente do PP, Ciro Nogueira (PI).

Os mandados foram expedidos pelos ministros do STF Teori Zawascki, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski. A PF informou que as buscas ocorrem na residência de investigados, em seus endereços funcionais, sedes de empresas, em escritórios de advocacia e órgãos públicos.

O objetivo é evitar que provas importantes sejam destruídas pelos investigados. Eles respondem a crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, fraude a licitação, organização criminosa, entre outros.

O nome da operação, Politeia, vem do livro A República, de Platão, que faz referência a uma cidade perfeita, onde a ética prevalece sobre a corrupção. A operação envolveu 250 policias em todo o Brasil.


O senador Fernando Bezerra Coelho respondeu, por meio de nota, que continua à disposição para colaborar com os ritos processuais e fornecer todas as informações que forem solicitadas.

De acordo com a nota, ele aguarda o momento do depoimento e reitera a confiança “no pleno esclarecimento dos fatos”.



“O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) manifesta sua confiança no trabalho das autoridades que conduzem este processo investigatório e continua, como sempre esteve, à disposição para colaborar com os ritos processuais e fornecer todas as informações que lhe forem demandadas; inclusive, de documentos que poderiam ter sido solicitados diretamente ao senador, sem qualquer constrangimento. Fernando Bezerra Coelho aguarda o momento de seu depoimento e reitera sua confiança no pleno esclarecimento dos fatos.”
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário