Advertisement

29 de julho de 2015

Sistema penitenciário de PE afundou com o Pacto pela Vida

A Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (ASPOL/PE) denuncia que a Segurança Pública de Pernambuco continua agindo de forma negligente em relação ao sistema penitenciário. Há baixo efetivo de plantão, que conta com somente 4 servidores para mais de 2 mil presos; estrutura física precária; e frequentes fugas nas unidades prisionais. Na manhã da última segunda-feira (27.07), mais dois detentos escaparam do Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife. É a segunda fuga que acontece no presídio em menos de duas semanas.Para Diego Soares, presidente da ASPOL/PE: “Diante do falido Pacto pela Vida, o governo prega uma política de encarceramento sem muitos critérios, o que ocasionou a superlotação do sistema penitenciário. Há pouquíssimos servidores para dar conta da demanda e, além disso, estes contam com a 26ª pior remuneração do Brasil e uma estrutura de filme de terror. As viaturas estão sucateadas e quase não há equipamentos de proteção individual, como coletes balísticos dentro da validade. Assim, o contexto de fugas e incêndios nas unidades, enfretamento dos presos com os agentes é uma consequência. Infelizmente, tudo isso anuncia situações trágicas, pelas quais o governo deverá ser responsabilizado”.
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário