Advertisement

9 de agosto de 2015

Pacto pela Vida desvaloriza policial civil e não impede aumento de homicídios

O Pacto pela Vida, que tem como meta reduzir 12% dos homicídios, está longe de atingir seu objetivo em Pernambuco. Em julho, o número de homicídios no estado voltou a crescer. De acordo com informações divulgadas ontem (05) pela Secretaria de Defesa Social (SDS), foram registrados 297 assassinatos no período, 40 a mais do que em julho do ano passado (257 assassinatos).
Ainda segundo informações da SDS, as Áreas Integradas de Segurança (AISs) com maior número de homicídios foram as de Paulista (27), Caruaru (27) e Garanhuns (26). Na ocasião, o secretário da SDS, Alessandro Carvalho, reconheceu a necessidade de aumentar o efetivo e salientou, ainda, que há concursos na Polícia Civil e Militar sendo encaminhados. Entretanto, não citou a urgente valorização dos policiais por meio de salários e condições de trabalho mais dignas.
Diante das informações divulgadas, a Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (ASPOL/PE) defende que o Governo de Pernambuco precisa focar na valorização salarial dos servidores que estão trabalhando e investir em melhorias nas condições de trabalho do policial. O estado e a população só ganharão com isso!

Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário