4 de novembro de 2015

postheadericon A mãe do menino de três anos encontrado morto no pula-pula inflável passa a ser investigada

A mãe do menino de três anos encontrado morto no pula-pula inflável de um parque de diversões em Barra de Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco, Patrícia Maria da Silva, de 24 anos, passou a ser investigada como a principal suspeita de matar o garoto. Perícias comprovaram que a criança não morreu asfixiada, como se pensava inicialmente. O pequeno Paulo Henrique Ferreira morreu em decorrência de um espancamento. O delegado responsável pelo caso, Carlos Lopes, colheu um novo depoimento da mulher nesta terça-feira para esclarecer as contradições do primeiro depoimento.
De acordo com o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML), o menino morreu em virtude de um traumatismo cranioencefálico e raquimedular, o que significa pancadas na cabeça e na coluna vertebral. Para o delegado, o corpo da criança provavelmente foi colocado dentro do brinquedo. “O pula-pula não tem instrumento pérfuro-contudente, é feito de lona e plástico, então a criança não poderia ter se ferido na brincadeira”, explicou.
 Resumindo. A criança foi colocado e a mãe entrou várias vezes em contradição no Depoimento  ao Delegado.

Do diário de Pernambuco 

0 comentários:

VER MAVA

VER MAVA

Berg Etiquetas

Berg Etiquetas

NG Tecidos

NG Tecidos

GPS - Administradora

GPS - Administradora

Cheiro e Chame Acessórios

Cheiro e Chame Acessórios

Ricardo

Ricardo


DISQUE 3719 4545

DISQUE 3719 4545
Para qualquer Informação

C & E F: 9319 6440

C & E F: 9319 6440
Fone 9716:8881

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Promoção Grátis

Insira seu Email Gratuitamente

Receba Nossas Novidades Via Email

Colaborador

Colaborador

Romero Leal

Romero Leal

Ligue 3741 1602

Ligue 3741 1602

Vereadora Rossana

Vereadora Rossana

Radio Toritama FM 104.9

Colaborador

Colaborador

Postagens populares

Seguidores

Atualizados