Advertisement

18 de maio de 2016

MPPE também move ação de improbidade contra prefeito de Escada

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) moveu ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Escada, Lucrécio Jorge Gomes Pereira da Silva, na 1ª Vara da Comarca do município. O gestor teria cometido "desvio de finalidade de atos administrativos praticados na gestão do Instituto de Previdência Social do Município de Escada (Escadaprevi)". Lucrécio Pereira é questionado por ter exonerado a gerente de Previdência do instituto, Teresa Francisca Pina dos Santos, e anulado a nomeação de membros do Conselho Municipal de Previdência.
Na ação civil pública, ingressada pelo promotor de Justiça Ivo Pereira de Lima, o MPPE informa que a gerente e o Conselho Municipal "apresentaram ao MPPE representação contra o prefeito, informando que a Prefeitura de Escada deixara de repassar ao fundo municipal de previdência, durante os meses de agosto a outubro de 2015, a quantia de R$1.571.548,31." O JC não conseguiu falar com o prefeito. 
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário