Advertisement

16 de junho de 2016

Confira o Resumo de Mais Uma Reunião da Câmara Municipal de Toritama.

Dió - Iniciou a sua fala agradecendo ao parlamentar Fábio Florentino, que solicitou do Executivo o melhoramento das estradas que dão acesso aos sítios do município.
E reclamou que o chefe do Executivo local não atenda os pedidos dos vereadores de oposição e sim só os da situação.
E pediu explicações quanto a não utilização das máquinas dadas pelo governo federal?
E reclamou que o prefeito não trabalhe pela cidade, mas para os seus aliados. E relatou quanto a um fato ocorrido com o próprio parlamentar. Quando o Vereador solicitou uns tubos para uma localidade e lhe foi negado.
Ele também relembrou um fato onde foi flagrado as máquinas trabalhando em outros municípios.
E acusou o prefeito de ser o dono das máquinas e equipamentos que estão agregados a prefeitura.
O Vereador ainda informou que o prefeito faz acepção de pessoas e isso não é correto.
E por fim lamentou que os vereadores da base governista busquem tantos argumentos a altura para defender um governo indefensável.

* Loló - Por sua vez fez falou da alegria em ter estado presente na inauguração do laboratório do hospital. Também parabenizou o atual gestor pela inauguração da Unidade de Saúde da Família no bairro Deus é Fiel.
E disse que o atual gestor tem dado resposta aos críticos com ações e obras.
E lamentou as cobranças por parte do grupo de oposição. Segundo o vereador, as cobranças na sua maioria são sem nexos.
Falou que a inauguração do laboratório é importante para a população.
E criticou o atual presidente da casa, dizendo que votou no mesmo e não recebeu nada por isso.

* Nilton de Enoque - Falou da postura eleitoreira por parte da base governista quando falam da inauguração da Unidade de Saúde da Família no Deus é Fiel.
Que depois de três anos, veio agora entregar um posto de saúde em um imóvel alugado.
Segundo o Vereador era pra ter entregue uma UBS, ao invés de um posto de saúde.
E disse que os vereadores aliados ao governo, de defensores do indefensável.
Criticou os vereadores por destacarem a inauguração do laboratório. Disse que o laboratório já existia.
Reclamou que parte das obras de saneamento básico no bairro Deus é Fiel foi bancado por parte da população. 
E cobrou explicações quanto as obras das praças, ruas, creche e outros itens. Tudo prometido pelo prefeito, e não foram cumpridas.
Ele também reclamou da falta dos eventos juninos em nossa cidade.
Reclamou do excesso de muriçocas que tem trazido transtornos a população.
Cobrou a conclusão das obras da quadra e da Creche. Que foi prometido é até agora nada.
Cobrou as promessas feitas pelo prefeito na comunidade do Valentim, Antão e outros bairros. E se disse arrependido de ter feito campanha com ele nestas localidades.
E o desafiou a ir as comunidades do município.

* Fábio Araújo - Fez votos de pesar a família do amigo Tota, falecido semana passada.
Fez também votos de parabéns as pessoas que receberam desta Casa Legislativa, o título de cidadão do município.
Por sua vez Fábio, fez cobranças e explicações quanto aos números ditos pelos porta - vozes, quando dizem uns números de obras, mas que na verdade é outra bem diferente. 
Lamentou que o governo municipal informa uma coisa, quando na verdade a realidade é outra. E citou que na lista das obras de saneamento, inclui a Rua Itália, quando a mesma não recebeu nenhuma ação de saneamento básico.
Fez cobranças quanto as ações na saúde como: as inaugurações dos postos de saúde, quando na verdade o correto seria entregar as UBS's.
Pediu respeito do governo para as comunidades.

* Fábio Florentino - Disse que se fez presente a uma reunião no DNIT, mas lamentou que as partes não tenham chegado a um acordo.
E disse que o governo municipal responderá as críticas da oposição com obras. E citou algumas ações e obras que estão sendo entregues pelo gestor atual.
A resposta as críticas tem sido com trabalho.

* Zé Boim - Lamentou que o atual gestor não tenha cumprido com a maior parte das promessas de campanha.
Citou como exemplo a promessa da construção de casas populares, mas que nada fez para que isso se tornasse realidade.
Falou que o que tem sido feito é muito pouco em comparação ao que foi prometido.
Reclamou da escuridão, por conta das luzes dos postes apagados em várias ruas e os buracos em diversas ruas da cidade.
Cobrou a conclusão das obras anunciadas pelo executivo, através das ordens de serviços.
Reclamou e comparou as obras realizadas em Toritama com outras cidades vizinhas.
E esclareceu algumas ações e requerimentos solicitados por ele e posto em prática.
E citou alguns, como: os kits escolares dentre outros.

* Marcos Serafim - Agradeceu a Deus pela oportunidade de poder debater o bom debate.
Parabenizou a Casa Legislativa Municipal pela cerimônia de entrega de Títulos de Cidadãos Toritamenses. Como também parabenizou os cidadãos homenageados.
Enalteceu a postura da bancada de oposição pelas cobranças feitas ao executivo local.
E mandou um recado para o prefeito, dizendo que a resposta pelo descaso dele para com a cidade será dado nas urnas, nas eleições desse ano.
E disse confiar no poder do povo e no desejo de mudar.
E se disse surpreso com a inauguração do laboratório, que já existia. Mas espera que algo mais tenha sido feito pelo mesmo.
Mas disse confiar no povo. E com acredita que o povo mudará essa história.
Lamentou que o prefeito ache que o povo de Toritama se venda. Mas disse que o povo é sábio e dará a resposta que ele merece.

* Mava - Parabenizou a todos os homenageados com o título de cidadão de Toritama.
Convidou a população a participar do espaço de lazer nas vias das Ruas do Comercio e José Celestino, que iniciará neste final de semana.
E fechou dizendo que o seu papel tem sido muito importante e levado ao legislativo municipal.
E tem a consciência de um dever cumprido.

* Rossana - Parabenizou os vereadores pela homenagem e cerimônia de entrega de Título de Cidadão Toritamense.
Enalteceu a importância do laboratório que foi inaugurado no hospital.
Pediu respeito ao prefeito, e muito cuidado nas palavras proferidas, principalmente contra o gestor local.
Pediu respeito ao mesmo principalmente como cidadão e idoso. E que deixe a população decidir o que acha melhor.
E disse que do menor município à maior cidade, só há dois grupos: os que estão e os que querem o poder.

* Birino - Falou da reunião no DNIT, com diversos representantes das mais variadas entidades políticas e comerciais. E mais, importância em se unir quanto a se buscar um consenso entre ambas as partes para que não seja preciso a intervenção do Ministério Público Federal e todos saírem perdendo.
Pediu que se pense no nosso comércio como num todo, sem paixão política, mas com a razão.
Segundo Birino tem que haver um consenso para que a cidade não saia perdendo.
E pediu que não haja embate para que não sejamos prejudicados.
E por fim fez uma acusação de que há recepcionista que usufruiu de uma diária de R$ 900,00 e disse que ia investigar.

De Wendell Galdino 
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário