Advertisement

8 de junho de 2016

Três dias antes de Dilma, Temer vem a Pernambuco dia 14

O presidente interino Michel Temer (PMDB) tem previsão de agenda em Pernambuco na próxima terça-feira (14). O Palácio do Planalto adiantou que o compromisso deve ser no interior do Estado, mas não divulgou ainda detalhes sobre a visita do peemedebista. A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) chega ao Recife três dias depois, na sexta-feira (17).Apesar de o Planalto não confirmar ainda, a agenda de Temer deve começar pela manhã em Arapiraca, município de Alagoas, onde deve sancionar uma Medida Provisória que facilita renegociação de dívidas rurais de produtores rurais e caminhoneiros, aprovada pelo Senado em maio. À tarde deve vir a Floresta, no Sertão, para obras da Transposição do Rio São Francisco.Temer e Dilma estão agendando visitas a cidades do Nordeste, maior reduto político do PT, sinalizando uma nova face da disputa entre os dois pelo cargo. A região foi escolhida para a primeira viagem oficial dele no governo, em ofensiva à base petista. Em Pernambuco, o vice-governador é o peemedebista Raul Henry e Alagoas é governada por Renan Filho (PMDB), filho do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

O governador pernambucano, Paulo Câmara (PSB), apoiou a abertura do processo de impeachment de Dilma e, como vice-presidente do partido nacionalmente, defendeu que os socialistas fossem da base aliada de Temer no Congresso, mas foi contra a ocupação de cargos no primeiro escalão, embora Fernando Filho tenha assumido a pasta de Minas e Energia depois.

Temer tem quatro pernambucanos como ministros. Além do socialista, que é filho do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), integrante da comissão do impeachment na Casa, Bruno Araújo (PSDB) assumiu o Ministério das Cidades, Raul Jungmann o da Defesa e Mendonça Filho o da Educação.
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário