Advertisement

2 de setembro de 2016

TORITAMA NÃO DEVE SE ACOSTUMAR COM OS ERROS

          
Errar faz parte do cotidiano da vida humana. O que é inaceitável é a acomodação com eles. O que é inaceitável é a aceitação de um estado de normalidade com os erros cometidos. Principalmente no que se refere à coisa pública. Aqui em Toritama as pessoas têm demonstrado que não aceitam mais os erros dos políticos, as omissões, os excessos, as negligências, as imprudências e os comportamentos que os políticos usam para se chegar ao Poder.Recentemente, descobri o “trágico” erro da candidata do PSDB Lucinha, a qual copiou, vergonhosamente, seu Plano de Governo da internet para cumprir uma mera formalidade da Lei Eleitoral em depositar suas propostas junto ao seu Registro de Candidatura. Segundo suas próprias palavras, foi um erro cometido pela sua equipe. Mas não deveria ser. Poderiam errar nas estratégias de campanha, poderiam errar no marketing, nos discursos, nas palavras, nas alianças. Mas no Plano de Governo NÂO! O Plano de Governo não deve ser passível de erro, pois é ele que diferencia os candidatos. É inaceitável tratar as propostas como besteira.

Talvez muitos achem bobagem, besteira, coisa pequena esse tipo de coisa. As opiniões divergem em qualquer sociedade em que o Princípio Democrático esteja estabelecido. Mais acontece que não estamos tratando de uma brincadeira de “menino”!

Estamos tratando do futuro de milhares de crianças, jovens, idosos, deficientes, trabalhadores, empreendedores, educadores, donas de casa, comerciantes, enfim. Estamos tratando de gente. Achar que isso é uma coisa simples é querer fazer da política uma brincadeira de mau gosto.

A partir do momento em que me coloco à disposição para disputar uma eleição, é porque estou insatisfeito com a situação atual. E se estou insatisfeito é porque tenho ideias novas para mostrar. Com esse erro da candidata Lucinha, está provado que lhe falta habilidade para administrar. 

Não basta sonhar em ser Prefeito. Tem que criar, mostrar que sabe fazer diferente, caso não, será mais do mesmo. E Toritama não deve se acostumar com erros.

FILIPE LUCENA
Acadêmico de Direito e Presidente do PMDB Jovem de Toritama.
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário