24 de dezembro de 2017

postheadericon Prefeitos não vão entrar na briga do PMDB-PE

Se a briga interna entre o vice-governador Raul Henry e o senador Fernando Bezerra Coelho pelo controle do partido não tem prazo para acabar, nas bases do PMDB - cujo nome foi alterado para MDB, mas ainda não foi registrado - paira a incerteza. Atualmente, a legenda tem, no Estado, 17 prefeitos, 15 vices-prefeitos, 160 vereadores, três deputados estaduais e dois federais. Um desempenho de 138% - em relação à direção passada - sob o comando da atual gestão. Mas a falta de clareza sobre quem comandará o partido nas próximas eleições, também já começa a refletir na base.
Enquanto Henry mantém o apoio de boa parcela dos prefeitos peemedebistas, como os de Palmares, Afrânio e Toritama; outros estão rumando para FBC, caso do prefeito de Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro. Há, também, os gestores indecisos, como o prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro, que apesar ter entrado no PMDB por meio de FBC, mantém compromisso com Jarbas e Henry. "Espero que esse mal entendido se revolva. Vou tomar a minha decisão em 2018", avisou.

Entre os aliados de FBC, o entendimento que se tem é que no Sertão, o senador conseguirá atrair mais apoio, pela sua história, influência e conhecimento das lideranças, apesar de contar com a oposição do ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, que vê na intervenção "uma grande violência política".

"O PMDB Nacional parece ter jogado às favas qualquer conceito de ética , moral , legalidade... Basta ver onde estão seus principais dirigentes. Presos ou protegidos no foro dos privilégios", disse Lóssio.

Em Petrolina, a maior parte dos vereadores é da base do grupo dos Coelhos, embora o presidente municipal do MDB e vereador, Paulo Valgueiro, já tenha declarado que manterá oposição aos Bezerra.

RMR
O calo do senador para angariar apoio, entretanto, está na Região Metropolitana do Recife. Enquanto esteve no PSB, o seu principal apoio era o prefeito de Recife, Geraldo Julio. Agora, no `PMDB, Bezerra Coelho busca apoio de outras legendas para o seu projeto majoritário. O nome mais próximo é o do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PR).

Na avaliação do cientista político da Universidade Federal Fluminense (UFF), Antônio Lucena, é difícil prever quem está perdendo ou perderá apoio com a mudança de comando. Entretanto, Lucena considera que FBC assumindo o comando tem mais possibilidade de capitalizar os aliados de Henry por ter "capital político maior" e Henry não ter perfil de mobilização.


Folha Pe

0 comentários:

VER MAVA

VER MAVA

Berg Etiquetas

Berg Etiquetas

NG Tecidos

NG Tecidos

GPS - Administradora

GPS - Administradora

Cheiro e Chame Acessórios

Cheiro e Chame Acessórios

Ricardo

Ricardo


DISQUE 3719 4545

DISQUE 3719 4545
Para qualquer Informação

C & E F: 9319 6440

C & E F: 9319 6440
Fone 9716:8881

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Promoção Grátis

Insira seu Email Gratuitamente

Receba Nossas Novidades Via Email

Colaborador

Colaborador

Romero Leal

Romero Leal

Ligue 3741 1602

Ligue 3741 1602

Radio Toritama FM 104.9

Colaborador

Colaborador

Postagens populares

Seguidores

Atualizados