Advertisement

29 de abril de 2018

Antônio de Pádua recebeu o Dep Dr Valdi Sales e o Vereador Kleiton

 Secretário Antônio de Pádua, você está satisfeito com os resultados do seu trabalho a frente da SDS? Antônio de Pádua: Sim. Sei que muito já foi e está sendo feito para dar mais segurança ao povo pernambucano. Reconheço que falta muita coisa ainda. Mas vale lembrar que o atual governo não tem medido esforços para realizar grandes ações na segurança pública. As ações de 2018 tem surtido o efeito esperado? Antônio de Pádua: Sim. Sem dúvidas. O maior investimento da história na área de segurança. Começou à um ano atrás, com o plano de segurança que foi elaborado pelo governador Paulo Câmara. São 190 milhões de investimentos, num total de orçamento no valor de R$ 4 bilhões pra área de segurança contemplado as polícias civil e militar. Ao longo desse ano foram contratados mais de 3 mil policiais militares. 1 284 policiais civis que contemplou mais de 80 municípios com delegados e agentes civis, equipe completa para atender a população.
E destacou a cidade de Vertentes que recebeu não só o delegado, mas toda equipe e que até junho a cidade também ganhará reforço no efeito da polícia militar.
Pra se ter uma ideia dos mais de mil e duzentos policiais recém formados esta semana, boa parte deles irão compor o 24°BPM (Santa Cruz do Capibaribe) e alguns deles serão designados para a cidade de Vertentes até o mês de junho. Serão colocados a disposição do 24° BPM para realizarem o policiamento ostensivo.
Vale destacar também a compra de equipamentos e veículos. Exemplo é a aquisição de mais de 700 motocicletas que serão disponibilizadas para a polícia militar realizar rondas. Pois sabemos da importância da utilização das motos nas ações policiais no dia a dia. Foram adquiridos equipamentos modernos pra dar mais qualidade, rapidez e eficiência no trabalho das polícias.
É um investimento muito grande e que já começa a dar resultados. Basta ver a redução no número de crimes, como homicídios, crimes contra o patrimônio, sem falar nas ações de combate ao tráfico e etc.
Pra se ter uma ideia, em Vertentes a redução do número de homicídios caíram mais de 40% se comparando os números atuais com os números anteriores do mesmo período.
São ações que continuaremos fazendo para dar mais segurança a população.: A Secretaria de Defesa Social já ver algum resultado na segurança pública após a chegada dos delegados nas cidades do interior?

Antônio de Pádua: Sem dúvida. Foi um grande esforço de todos, pois era uma promessa do governador Paulo Câmara a contemplação das delegacias de todo o estado de Pernambuco, com as equipes completas, com delegados e agentes. Pois tal ação possibilita que a gente faça uma investigação mais rápida, com resultados positivos e mais eficaz. Pois até pouco tempo atrás, nós tínhamos três, quatro delegacias ocupadas por apenas um delegado.
Assim não era possível fazer um trabalho de forma excelente. Pois havia um acúmulo de trabalho e os resultados eram abaixo do esperado.
 Agora é diferente, pois com um delegado é sua equipe, os resultados são mais rápidos e as respostas a população é mais satisfatório. Pois ficou provado que um delegado com sua equipe completa ele (delegado) consegue concluir de forma hábil as investigações e assim desvendar os crimes ocorridos na sua área. Tudo com mais rapidez e eficiência no trabalho e entregar os processos nas mãos da justiça. Para que haja o julgamento e a condenação dos acusados
É fato que o Governo do Estado tem investido muito na área de segurança. Mas mesmo assim ainda há um alto índice nos números relacionados a segurança. O que o Secretário tem a dizer quanto a isso?

Antônio de Pádua: O Brasil como num todo vem sofrendo com o aumento da violência como num todo. Os números são alarmantes em todas as regiões do país. Mas nós não temos medido esforços para coibir consideravelmente as ações criminosas em nosso estado. Mas sofremos com a falta de uma fiscalização mais eficaz nas nossas fronteiras. E outra realidade é a luta interna que há no mundo do crime. Detalhe que tem elevado os números da violência contra a vida. Mas temos realizado estudos, investigações e levantamentos de todos os dados. E estamos buscando diminuir consideravelmente não só os números, mas os índices de violência.
 Que análise você faz do crime contra o patrimônio, principalmente no que se refere aos ataques as agências bancárias em nosso estado?

Antônio de Pádua: O crime contra o patrimônio tem crescido muito em todo país. Não é só um 'privilégio' do nosso estado. Os números mostram isso. Especialmente aqui no nordeste. Mas nós estamos realizando um trabalho integrado com os outros estados nordestinos, através de trocas de experiências, idéias, opiniões e informações. Uma espécie de equipe de inteligência que visa desvendar os crimes e coibir as ações criminosas contra o patrimônio. Principalmente as explosões de bancos.
Em Pernambuco a gente formatou a chamada 'Força Tarefa Bancos', onde há reuniões periódicas envolvendo as polícias militar, civil, rodoviária federal e federal que juntamente com as instituições financeiras, seguradoras, empresas de carros fortes e segurança privadas se reúnem em busca de ações que visam coibir esse crime. E por mais que não pareça, mas já conseguimos resultados considerável. Pois já é perceptível a diminuição dessas ações em nosso estado. Cerca de 40% dos crimes diminuíram em relação ao mesmo período do ano passado.
Reconheço que há muito ainda para se fazer, mas é nítido que os resultados já estão sendo vistos. Pra se ter uma ideia, já foram presos vários assaltantes de bancos, principalmente em nosso estado. Outra vitória foi a aprovação das novas leis que aumentou o número da pena para aqueles que praticarem assalto a banco, isso também é uma boa notícia para a população. O assaltante que for preso por prática de explosão a qualquer patrimônio receberá uma pena maior. Eu vejo que estamos no caminho certo, os números mostram isso, por mais que muita gente não queira, mas contra fatos não há argumentos. O trabalho está acontecendo e acreditamos que até o final do ano os resultados serão muito melhores do que o atual. A redução e o trabalho tá acontecendo e até o final do ano reduziremos esses crimes de forma considerável.
Foi falado muito da Operação Fronteira Segura. O que é e pra quê serve?

Antônio de Pádua: Está operação tem como objetivo principal trabalhar nas fronteiras visando coibir as ações criminosas em nossas fronteiras. Estabelecemos contatos com todos os estados visando um trabalho integrado com todos os estados do nordeste. E já vem surtindo efeito, pois houve ações já nas divisas dos estados de Alagoas e Ceará. Mas estamos mantendo o diálogo e as trocas de experiências e informações com os demais estados nordestinos a fim de coibir esse tipo de crime.
Sobre o 'Alerta Celular' quais são os resultados obtidos até agora?

Antônio de Pádua: Sim, muito. O Alerta Celular tem sido um sucesso. O programa tem tido uma aceitação muito grande.
Hoje o Alerta Celular tem sido uma importante ferramenta no combate ao roubo ao aparelho celular. A redução de assaltos a aparelhos celulares tem diminuído consideravelmente. E o sucesso é tanto que já estamos exportando essa ferramenta para outros estados da federação para que eles também possam reduzir o número de roubo a aparelhos celulares. Assim os outros estados também usufruirão dessa importante ferramenta de redução ao crime de roubo de aparelhos celulares. Em Pernambuco essa ferramenta tem dado grandes resultados para a polícia e a própria população.
 Sobre as críticas por parte da imprensa que a SDS estaria proibindo de divulgar os números da violência no estado. O que o secretário tem a dizer? Antônio de Pádua: Tal crítica não condiz com a realidade. Pelo contrário. A SDS está sempre a disposição de todos. Pernambuco sempre foi muito transparente nos números e nas estatísticas. Mesmo nos piores momentos Pernambuco sempre divulgou e continuará divulgando seus números. Pois é através dessa estatística correta que a SDS trabalha diariamente em busca de realizar os planos estratégicos para combater a violência em nosso estado. Não é a toa que a gente está combatendo a violência. É com base nos números corretos e verdadeiros, que trabalhamos os planejamentos estratégicos para efetivamente combater a violência em nosso estado. A gente tá reduzindo a violência. Nós estamos compromissados em divulgar os números corretos. Obviamente que é preciso alinhar os números e criar um canal de comunicação com a imprensa.  Precisamos validar os números de mortes que acontecem, pra que não haja surpresas nas investigações. Tipo a gente precisa avalidar os números de mortes que acontecem para que a gente não seja surpreendido com investigações que comecem numa linha e acabe em outra. Por exemplo você anuncia um homicídio, mas na conclusão do inquérito, o caso era de suicídio, ou visse e versa. Ou seja, que o ideal é repassar a informação já com a confirmação do fato. É preciso que tenhamos um tempo hábil para validar esses números. Por isso que sugerimos algumas mudanças na forma de divulgar esses números. Aí ficou acertado que todo dia 15 a secretaria apresentará os números exatos. Ou seja os números exatos da violência em nosso estado. O nosso intuíto é divulgar os números corretos.
Operação Têxtil no final de ano  foi sucesso. O que esperar da SDS para esse mês de junho?
Antônio de Pádua: O resultado da operação têxtil durante as feiras de final de ano foram positivos. As ações surtiram os efeitos esperados. Agora é se preparar pra por em prática todo o nosso planejamento feito pela secretaria.
É o que eu costumo dizer que tivemos os eventos de final de ano todos controlados e seguros por parte das polícias. Prestamos todos serviços e apoio que estão ao nosso alcance. Demos total segurança as feiras de confecções tanto em Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. Todas essas cidades foram beneficiadas com essas ações e operações. Inclusive colocamos helicóptero sobrevoando o polo das confecções, realizando apoio a segurança da região de forma aérea. Esta ação continuou de dezembro e se estendeu até janeiro. Na área litorânea também houve um reforço na segurança no período de férias e se estendeu até o carnaval. Por falar em carnaval, este ano foi o carnaval mais seguro dos últimos anos. Isso quase não foi falado. Tivemos pouquíssimos casos de crimes de mortes e ao patrimônio. Tivemos a semana santa mais seguro dos últimos anos. Foi a Semana Santa mais segura da história do Pacto Pela Vida. Pra se ter uma ideia houveram apenas 23 homicídios durante a semana santa, o menor desde a criação do Pacto Pela Vida. 68% a menos do que o melhor índice da história do programa.
 Ano passado estiveram em seu gabinete o deputado estadual Dr. Valdi Sales acompanhado do Vereador Kleiton Vieira pedindo algumas ações para a segurança do povo de Vertentes. E nesta quinta-feira ambos voltaram não só pra agradecer pelo que foi atendido, mas para reivindicar outras ações. Como você ver essa ação?
 Então na mesma forma que realizamos essas ações durante estes eventos, nós vamos fazer durante os festejos juninos. A intenção é atender todos os polos espalhados pelo estado. Vamos aumentar ainda mais a nossa segurança pra o nem de todos. Queremos oferecer segurança tanto pros nossos cidadãos como pros turistas que visitam o nosso estado. O compromisso nosso é fazer com que todos tenham segurança.
 Antônio de Pádua: É muito gratificante. Mas faz parte das minhas funções. Na verdade eu tento atender a todos da melhor forma possível os pedidos que nos chegam através dos seus  representantes.
 A gente tenta atender da melhor forma possível, principalmente quando se fala em segurança. Que é uma das maiores reivindicações da população. Segurança é uma grande demanda da população. Nós contemplamos a cidade de Vertentes com delegados, agentes e policiais civis a frente da delegacia. Foi uma forma de atender não só a um pedido do Vereador Kleiton Vieira e o Deputado Dr. Valdi, mas entendi ser um clamor da população que veio através do vereador e do deputado. E ainda dei a eles a boa notícia que daremos uma atenção especial a cidade de Vertentes. Através do 24°BPM daremos um reforço no efetivo da PM na cidade a partir do mês de junho. Esta semana foram efetivados mais de 1.200 novos policiais militares que estão no que chamamos de período de transição e logo logo eles estaram em diversas cidades do estado. E o 24°BPM receberá este reforço o que ocasionará no aumento do efetivo da PM em Vertentes. Além de novos policiais também virão as motocicletas que ajudarão no trabalho da polícia no município. Foram adquiridas 700 motocicletas para auxiliar no trabalho da PM.
 É gratificante receber em seu gabinete pessoas que antes cobraram ações e serviços de sua secretaria e hoje voltam para agradecer?
 Antônio de Pádua: Sem dúvidas. É o reconhecimento do nosso trabalho, né. O Governador Paulo Câmara tem se esforçado ao máximo para garantir a segurança do nosso povo. Tem investido bastante na pasta. Tem tido um olhar muito especial para a segurança. E quando a gente ver que os resultados começão a aparecer é gratificante, o exemplo está nos números que comprovam isso e uma visita como esta aqui, com dois representantes do povo (um deputado e um vereador) vindo até o nosso gabinete não só para agradecer, mas para fazer novas reivindicações, pois é um sinal de que estamos atendendo os anseios da população.
Esse é um compromisso nosso, é um compromisso do governo do estado, é um compromisso do próprio Governador Paulo Câmara com a segurança. E aí está a prova, o Deputado Estadual Dr Valdi Sales, o Vereador por Vertentes, Kleiton Vieira, é gratificante.
Aproveito para agradecer a ele pela resposta do governo para a população na área da segurança. E o que tem que se continuar fazendo é continuar trabalhando. É continuar fazendo o possível para que tenhamos um bom policiamento, pra que a gente tenha cada vez mais segurança. Não somente no município de Vertentes, mas no estado de Pernambuco como num todo.
 Sua mensagem para o povo Pernambucano?

Antônio de Pádua: O meu recado é para a população, é reforçar o nosso compromisso com a segurança do povo. Nós temos um compromisso muito grande com a segurança. Nós temos feito um trabalho muito sério, muito comprometido com todos. E eu creio que manteremos a parceria com as polícias, dando-lhes a estrutura necessária e o apoio ideal. Policiamento ostensivo de acordo com cada região e eventos. Exemplo foram as ações no final de ano, nos principais pontos, como os grandes centros econômicos. Aí eu cito o Pólo das Confecções, onde realizamos um grande trabalho na área da segurança durante o final de ano (as feiras de natal, as chamadas feiras gordas). Coisa que vai acontecer também agora no mês de junho durante os festejos juninos.
Em todos os acontecimentos e eventos estaremos sempre presentes para dar um reforço ainda maior na segurança.
Por deixo o meu abraço a todos e me coloco sempre a disposição tanto do Vereador Kleiton Vieira, como do Deputado Estadual Dr Valdi Sales e toda população do estado de Pernambuco.
Por Wendel Galdino
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário