Advertisement

29 de maio de 2018

TORITAMA Receber combustível gera uma fila imensa de veículos em Toritama.


Diante da falta de combustíveis nos postos de combustíveis por conta da greve dos caminhoneiros. A busca pelo produto tem feito muitas pessoas se deslocarem de um canto à outro da cidade de Toritama e até da região. Nesta segunda-feira (28), houve um boato dando uma informação (não confirmada pelo proprietário do posto) de que iria chegar um caminhão com combustível para o posto Petrocel localizado no bairro Duque de Caxias (Fazenda Velha) em Toritama. Pois este é o posto responsável pelo abastecimento da frota de veículos que prestam serviços a prefeitura local. O boato ganhou crédito e em poucas horas uma imensa fila de veículos em sua maioria de passeio se formou, chegando a sair do interior do referido bairro e indo até a estrada vicinal que dá acesso aos sítios São João, Oncinha e Santa Maria. O proprietário chegou a informar verbalmente que a informação não era verdadeira e que não há nenhuma informação de quando o posto receberá combustível  Mesmo assim os motoristas não desfizeram a fila, deixando os carros parados em seus devidos lugares. Em alguns pontos os veículos até atrapalham o tráfego daqueles veículos que ainda estão rodando pela cidade. Vale lembrar que desde a última terça-feira que os postos de combustíveis de Toritama estão sem combustível. Pois devido o anúncio da greve, os motoristas logo correram para os postos para abastecerem seus veículos. Deixando assim todos os postos zerados no que se refere a combustível.
Segundo os responsáveis pelos postos não há nenhuma informação sobre quando chegará combustível nos postos da capital do jeans.  A falta de combustível fez a rede pública praticamente pararem suas atividades, educação parou, saúde está funcionando no limite e as demais fazendo o que está ao seu alcance. A prefeitura já informou a sua situação. O comércio também está afetado diretamente, seja nas vendas, como no seu desenvolvimento diário. Lojas de tecidos quase não estão vendendo e o pouco que consegue vender está sendo entregue com atraso ao clientes. O gás de cozinha é outro grande problema, o botijão de gás também sumiu dos depósitos e os poucos que ainda tem são nas mãos de terceiros que estão vendendo com valores altíssimos. A população espera que essa greve tenha logo um fim, pois até nos supermercados, quitandas, frigoríficos e outras áreas os produtos praticamente sumiram das prateleiras e balcões. E o pouco que ainda resta está com preço muito alto, o que está complicando e comprometendo ainda mais a vida dos cidadãos, não só de Toritama, mas da nossa região.
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário