Advertisement

8 de junho de 2018

INTERVENÇÃO POLICIAL TÁTICA

No final da manhã desta sexta-feira (08), foi apresentado na sede da Dinter-1 – Diretoria Integrada do Interior – 1 da Polícia Civil em Caruaru, o resultado da Intervenção Policial Tática denominada Garra, ação integrada entre as polícias Civil e Militar, decorrente de investigação realizada pela Delegacia de Polícia da cidade de Toritama, sob a presidência da Delegada Dra. Érica Feitosa e resultou em três prisões em flagrante contra, Josefa Adelina da Silva, Denis Barbosa da Silva e Lucas Natalino da Silva e um adolescente infrator foi apreendido. Participaram da apresentação a delegada de Toritama Dra. Érica Feitosa; o Delegado Seccional de Santa Cruz, Dr. Júlio Porto; o Gestor Operacional da Dinter-1, Dr. Sérgio Moura e o Comandante do 24º BPM, Tenente-Coronel Souza. A Dra. Érica Feitosa, destacou que as investigações tiveram início no mês de abril do corrente ano, no Município de Toritama, tendo por objetivo a desarticulação de associação criminosa, voltado para a prática do Tráfico de Drogas e Porte Ilegal de Armas de Fogo, que tinha forte atuação na Rua Santa Cruz, no bairro Cohab. O Delegado Seccional da 17ª Desec, Dr. Júlio Porto, informou que no total foram expedidos 35 (trinta e cinco) Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar e um (um)





Mandado de Prisão Preventiva, que foram executados no município Toritama e três pessoas foram presas em flagrante e foram apreendidos dois revólveres, nove quilos de maconha, um veículo Golf blindado, máscaras usadas para o cometimento de assaltos, 45 gramas de crack e 345 gramas de cocaína. Na deflagração foram empregados 65 ( sessenta e cinco) Policiais Civis, entre Delegados, Comissários, Agentes e Escrivães, 24 policiais militares do 24º BPM, 24 policiais do BEPI, além de quatro equipes do BIEsp, uma equipe do CORE, além da atuação do GTA - Grupo Tático Aéreo da SDS, totalizando aproximadamente 150 policiais. O Comandante do 24º BPM, Tenente-Coronel Souza, falou que hoje foi a vez de Toritama e que nos próximos dias outras cidades da região serão contempladas com ações desse tipo e que mais uma vez atuará em conjunto com a Polícia Civil. O principal alvo da operação não foi localizado, é o ex-presidiário, Leilian Junior da Silva, vulgo “Lian” que saiu do presídio há poucos meses e assim que ele foi posto em liberdade quatro homicídios foram cometidos na Cohab ou no seu entorno e além de chefiar o tráfico de entorpecentes na área ele também é suspeito de ser o autor desses assassinatos. Já existe um Mandado de Prisão em seu desfavor e quem souber do seu paradeiro ligue para o Disque-Denúncia Agreste (81) 3719-4545 ou ir a delegacia local.


Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário