Advertisement

15 de janeiro de 2019

Vereador de Toritama cria lei inconstitucional e coloca Câmara de Vereadores na maior saia justa.

A Câmara de Vereadores de Toritama deu um péssimo exemplo de legislatura e foi alvo de uma reportagem na TV Jornal, durante a segunda-feira (14/01), ao aprovar uma lei que visava proibir ações de fiscalização de trânsito no município e impedir a apreensão de veículos em situação irregular.O apresentador do noticiário da TV jornal, Dilson Oliveira comentou a reportagem: “Veja só a qualidade dos legisladores da cidade de Toritama. Vereadores aprovando uma lei inconstitucional que não cabe em canto nenhum do país. Ainda bem que o município observou este erro e vetou a lei. Mas veja a qualidade dos vereadores que são pagos com dinheiro do povo, pra criar leis”.Já o representante da CTTU, a Companhia de Trânsito e Transporte de Toritama, Alex Monteiro alegou na reportagem que:

“Em matéria de trânsito e transporte, só que pode legislar é a união. O município não tem autonomia para tratar dessa matéria que foi interposta”.

Dentre os 13 vereadores apenas o líder do governo votou contra o projeto, uma vereadora se absteve e outro não compareceu no dia da votação. Os demais edis aprovaram o projeto. A autoria da lei foi do vereador Birino, o mesmo trapalhão que expôs Toritama ao ridículo, na mídia nacional, ao solicitar ao município a compra e distribuição de 42 mil raquetes de muriçocas à população. Ou seja, uma para cada habitante da cidade, a qual possui os mesmos 42 mil habitantes.

Pelo jeito os vereadores da oposição acharam que a proposta iria sobrepor o Código Nacional de Trânsito. Porém, percebendo a clara inconstitucionalidade do projeto, o Prefeito Edilson Tavares vetou a lei. Ainda insatisfeita, a oposição tentou viralizar uma postagem fake pelos grupos de whatsapp da cidade, alegando que a lei teria sido sancionada pelo gestor. Obviamente, uma ação orquestrada e feita de má fé para confundir a população.
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário