Advertisement

22 de março de 2019

Chuva forte trás aliviou pra quem não tem água, mas também causa transtorno para parte da população.


 Uma forte chuva (porem rápida) que caiu em Toritama durante a tarde desta quinta-feira (21) causou alguns transtornos e estragos em algumas áreas e bairros da cidade. Mesmo por pouco tempo, o temporal provocou alagamentos, falta de energia, além de trânsito complicado em algumas ruas. Através das redes sociais foi possível ter a noção da ação da chuva em diversos pontos e registrou alguns dos transtornos.Num setor conhecido como: 'As Caibeiras", que fica próximo ao Parque das Feiras, uma árvore caiu em cima de dois veículos, atingindo um deles diretamente, causando estragos consideráveis. Segundo as informações o veículo atingido foi um Ford Ka, de cor prata que pertence ao produtor musical, popularmente conhecido como Brejal. Em outros trechos houve alguns transtornos como alagamentos não só por conta do volume das águas, mas também por conta do lixo espalhado e restos de mercadorias. Pontos de alagamento foram registrados em diversas localidades. As chuvas e os ventos fortes também causaram apagões, principalmente nos bairros Independente, Planalto e Parque das Pedras que também estava parcialmente às escuras.
Não bastasse os alagamentos, as buraqueiras e as árvores caindo, o toritamense ainda teve de encarar um verdadeiro apagão em vários bairros. Outro problema grave. Operadoras de telefone celular também ficaram fora do por um bom tempo, problema que vem acontecendo corriqueiramente.
 Em meio aos transtornos, um alívio. As águas das chuvas vem pra amenizar o sofrimento de boa parte da cidade de Toritama que atualmente devido os baixos níveis de água na barragem de Jucazinho, não tem atendido a cidade no que se refere ao abastecimento. Aí mesmo em meio aos transtornos a população mais agradece do que mesmo lamenta. Pois com as águas vindas da chuva alivia por um momento o sofrimento de quem não tem água e tem que comprometer seu orçamento mensal, incluindo nas suas despesas a compra de água através de caminhão pipa. Assim as chuvas, mesmo causando alguns transtornos, acaba sendo um alívio pra população que atualmente sofre com a escassez do precioso líquido. Pois a COMPESA atualmente só atende de 40% a 50% da população no que se refere a abastecimento.
Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário