Advertisement

3 de julho de 2019

JORNALISTA DA PARAÍBA DIZ QUE PM’S DE PERNAMBUCO COMETERAM UMA “CHACINA”

Menos de 24 horas depois do sepultamento do Soldado André Silva, morto durante confronto na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, região agreste de Pernambuco, e a localização de oitos criminosos suspeitos de participarem do crime, a jornalista.Verônica Guerra (foto), locutora da Rádio Correio Sat, trouxe sua opinião um tanto “polêmica”. Durante o programa Balanço Geral, levado ao ar para milhões de nordestinos através do SISTEMA CORREIO DE COMUNICAÇÃO, a jornalista alegou que a Polícia Militar de Pernambuco teria cometido uma “chacina” quando revidou e matou oito suspeitos.

Verônica Guerra disse que quando a Polícia Militar da Paraíba chegou ao local, as mortes já teriam ocorrido, não havendo a efetiva participação dos  militares do seu Estado. A comunicadora também repudiou o fato da população bater palmas, no que seria para ela “cortejo” dos corpos. Para a polêmica jornalista, nem mesmo animais são amontoados “daquela forma”.

A jornalista foi ainda mais longe e classificou como desumana o fato da polícia ter “desfilado” com os corpos dos suspeitos. No entendimento da jornalista, os “bandidos” não foram mortos, mas “assassinados” pelos militares pernambucanos.

A opinião da jornalista já gera polêmica entre os militares pernambucanos e deve repercutir ainda mais no Estado vizinho. O Comando Militar de Pernambuco, bem como a Secretaria de Defesa Social (SDS) deve emitir nota.

Fonte: Pernambuco Notícias.com

Compartilhar: Compartilhar no WhatsApp
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário